Páginas

domingo, 10 de fevereiro de 2019

"Espelho da Vida" ganha fôlego com ótima fase de Vitória Strada


Olá, internautas

A trinca de telenovelas da TV Globo enfrenta adversidades nos índices de audiência. “Espelho da Vida”, “Verão 90” e “O Sétimo Guardião” encontram-se abaixo da meta. Apesar disso, a novela das seis, nesta reta final, ganhou fôlego.

A trama de Elizabeth Jhin passou confusa ao telespectador. Basicamente, são três histórias que correm em paralelo. A primeira recai na produção do filme dirigido, até então, por Alain (João Vicente de Castro). A segunda aborda o passado protagonizado por Julia Castelo (Vitória Strada). Já a terceira é na contemporaneidade fincada em Cris (Vitória Strada). Passado e presente ficam mesclados. Vai. Volta. E os obstáculos do filme surgem em meio a isso desde o primeiro capítulo.   

Porém, nesta última parte da novela, os três núcleos se fundiram. No capítulo exibido na última quinta-feira (07/02), Vitória Strada viveu o seu melhor momento na produção. Após ser dopada a mando de Isabel (Alinne Moraes), Cris surtou. Misturou o passado com o presente. A atriz foi totalmente visceral na interpretação. Entregou-se à personagem por completo.

Vitória entrou de supetão no elenco. A personagem já estava reservada a Isis Valverde que ficou grávida. Emendou um trabalho ao outro na mesma faixa horária. Aproveitou a oportunidade em “Tempo de Amar” e agora sobressai em “Espelho da Vida”.

O telespectador que acompanha a trama agora quer descobrir, junto com Cris, o que, de fato, aconteceu no passado com Julia Castelo.  A novela cresceu.

Fabio Maksymczuk

6 comentários:

  1. eu adoro essa novela. não perco um único capítulo. gravo pra ver depois qd não vou poder ver. sim, é mais lento q o usual e não compactua com nenhuma crença, o q incomoda algumas vertentes. mas tem um texto incrível e elenco majestoso. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agora com a TV digital, eu não consigo mais gravar. Snif...

      Excluir
  2. Olá Fábio, tudo bem?

    Sou apaixonado por essa novela desde o começo. Essa reta final tá incrível. Acho que Alinne Moraes está diante de um de seus melhores papéis. Isabel é intragável e quando sentimos ódio de um determinado personagem, o mérito é todo do(a) seu/sua intérprete. Quanto a Vitória, este papel era realmente para ser dela. A direção da novela é outro ponto positivo que me encanta e dá todo o mistério característico desta história!

    Abraços!
    Cristiano Ferrer
    www.primetelenovelas.com

    ResponderExcluir
  3. Essa novela e bem.ritmo das seus mesmo..o povo e quer agilidade demais a trama e boa

    ResponderExcluir