Páginas

sexta-feira, 31 de agosto de 2018

Jornal Nacional gera repercussão com sabatinas dos presidenciáveis



Olá, internautas

Nesta semana, o “Jornal Nacional” gerou boa repercussão entre os telespectadores com as sabatinas dos presidenciáveis. William Bonner e Renata Vasconcellos adotaram o mesmo estilo apresentado em 2014. Estilo incisivo. Perguntas duras. Alguns até designaram o momento de “inquérito”. Já outros acreditam que os jornalistas queriam falar mais que os candidatos. Particularmente, não vi tal indício.

A entrevista mais polêmica, sem dúvida, ocorreu com Jair Bolsonaro (PSL). O deputado reforçou seus ideais durante o bate-papo com um tom bastante desafiador. Cutucou os apresentadores sobre o posicionamento de Roberto Marinho durante o Regime Cívico-Militar, argumentou os “bilhões” de reais oriundos da propaganda oficial do governo federal, relembrou que a emissora é uma concessão pública, comentou sofre o regime de pessoa jurídica dos apresentadores do JN e até irritou Renata Vasconcellos sobre a diferença salarial entre homens e mulheres. Pegou fogo!

Neste bate-papo, até Luciana Gimenez foi lembrada. Bolsonaro negou que tenha defendido a diferença salarial entre homens e mulheres no mercado de trabalho. Neste momento, a apresentadora da RedeTV! foi citada pelos jornalistas ao argumentarem que tal declaração foi dita na atração da emissora de Dallevo e Carvalho. La Gimenez comemorou a menção no Twitter.

Diante de tais declarações, a TV Globo emitiu comunicados lidos por Bonner. No encerramento do “Jornal Nacional” de terça-feira (28/08), o editorial lamentou o erro do Grupo Globo ao apoiar a eclosão do Regime Militar em 1964.  No dia seguinte, o telejornal retrucou as declarações do candidato do PSL sobre os “bilhões” de reais vindos da propaganda governamental. O noticiário ressaltou que a maioria esmagadora dos recursos vêm da iniciativa privada.

Marina Silva (REDE) foi a candidata que mais aproveitou o momento para angariar votos. Demonstrou equilíbrio ao contra-atacar as ponderações de Bonner e Renata e passou sua mensagem de união. Já Bolsonaro reforçou o discurso que agrada o seu eleitorado. Ciro e Alckmin ficaram na defensiva.

Fabio Maksymczuk  

8 comentários:

  1. eu tenho gostado da variedade de formatos para perguntar aos candidatos. rede tv, rede bandeirantes. as entrevistas do jornal nacional, da globo news. ouvi que a tv gazeta vai fazer algum debate. o roda viva entrevistou os candidatos. acho bem mais aproveitáveis que as propagandas políticas que geraram esses desatinos de dinheiros exorbitantes pra caminha e nós contribuintes pagamos pra mentiras. pq vídeos feitos em estúdio mostram na maioria um mundo encantado q não existe e uma infinidade de promessas que nem serão pensadas. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim. A TV Gazeta promoverá debates com os presidenciáveis e ao governo de SP. Bjs

      Excluir
  2. Oi Fabio, tudo bem? Particularmente, não gostei muito das entrevistas. Achei equivocado as pautas ficarem sempre presas ao que incomoda o entrevistado, pois não houve espaço para esclarecer, de fato, os planos de governo de cada um. Sobrou acusações, alfinetadas e interrupções e faltou informação. Eu gosto do formato mais agressivo, mas perderam a chance de oferecer um serviço mais completo ao espectador. As entrevistas da GloboNews foram mais felizes neste sentido, pois teve espaço para confronto e debate, mas também para informação. Abraço!
    André Santana - www.tele-visao.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Plano de governo fica nos debates e horário eleitoral...

      Excluir
  3. Olá < Fábio ! Siceramente ando tão descrente com a política do país , que a mim me parece tudo "farinha do mesmo saco " Tenho ouvido a propaganda eleitoral diária , e as promessas são as mesmas de sempre . Estou numa dúvida cruel entre votar ou não , afinal já estou liberada deve "dever". Mas , estou em dúvidas . Talvez meu voto contribua para algo bom , ou quem sabe não . Ainda estou decidindo entre votar ou não .Abcs

    ResponderExcluir
  4. Bom si aFábio, realmente os debates tem sido bem alfinetados. Quanto a votar ou não , também já estou isenta do ato, a duvida é grande, em quem confiar se todos do lá chegam praticam os mesmos erros dos anteriores. Penso em votar no Ciro, pois essa de chamar o meireles, Deus me livre!!
    É isso Fábio, creio que muita gente está pensando dessa forma.
    Bjss!

    ResponderExcluir