Páginas

segunda-feira, 30 de dezembro de 2019

Confira os piores da TV brasileira em 2019


Olá, internautas

Chegamos ao último “post” deste ano. A TV brasileira reservou maus momentos para os telespectadores em 2019. Segue a lista dos piores do ano.

PIOR NOVELA: O Sétimo Guardião
A novela de Aguinaldo Silva e seus colaboradores aprofundou a crise da mais tradicional faixa horária da TV Globo. A trama girou ao redor dos 30 pontos, sem nenhuma grande expectativa para o telespectador, mesmo com a série de assassinatos dos guardiães que fizeram nenhuma falta. 

PIOR ATOR: Luiz Fernando Guimarães (Amadeu)
Luiz Fernando Guimarães destoou, desde o início, na novela “O Tempo Não Para”. A atuação do ator, que interpretou o então milionário Amadeu, provocou rejeição. Por isso mesmo, o sumiço do personagem não fez falta à história.

PIOR ATRIZ: Yanna Lavigne (Laura)
A atriz, em grande parte da novela, apresentou uma postura artificial com sua personagem Laura. Mal escalada para o importante papel na trama de “O Sétimo Guardião”. Experiência no elenco se faz em outras faixas horárias e não na principal da emissora.


PIOR APRESENTADOR (A): Rodrigo Faro
“Como é que tá a audiência”. Tal frase, entoada durante a “homenagem” a Gugu Liberato após a sua morte, simbolizou o apresentador neste ano. Faro não passa naturalidade no vídeo. Por essas e por outras, perdeu a vice-liderança isolada na guerra dominical.

PIOR PROGRAMA HUMORÍSTICO: Te Peguei
A RedeTV! escalou uma série de pegadinhas sem graça nos buracos da programação, principalmente na madrugada. Não arranca sequer um sorriso amarelo.

PIOR REALITY/TALENT SHOW: BBB19

O elenco do “BBB19” fugiu dos confrontos e de uma possível rejeição. Porém, o tiro saiu pela culatra. Muitos participantes desta edição do reality da TV Globo decepcionaram.  Saíram sem deixar algum rastro e lembrança no telespectador. Não aproveitaram a oportunidade.



PIOR PROGRAMA DE AUDITÓRIO: Domingo Show
A nova fase da atração da Record TV iniciou com um grave problema. O projeto do palco resultou em um tom sombrio e escuro no vídeo. Não combina com o clima ensolarado do domingo. O auditório, teoricamente, serviria para amenizar as pautas “tristes”. Seria um espaço para trazer um ar mais leve com convidados especiais. Isso não aconteceu. “Domingo Show” precisa de mais show nas quatro horas de exibição. E mais agilidade no andamento do dominical. A missão está agora com Sabrina Sato.

PIOR PROGRAMA ESPORTIVO: Cobertura do Pan-Americano na Record TV

A Record TV, basicamente, explorou reprises dos Jogos Pan-Americano de Lima na madrugada. Foi um “pot-pourri” de melhores momentos da delegação brasileira. Na cerimônia de abertura, a situação ficou evidente. Ao invés da emissora derrubar a exibição de um filme na Super Tela, preferiram copilar alguns trechos aleatórios do evento que marca o início das competições a partir da meia-noite e meia.



FIASCO DO ANO: Se Joga
A nova aposta platinada, que entrou com a missão de reconquistar a liderança na faixa vespertina, chegou a amargar a terceira colocação em alguns momentos. Um trio de apresentadores comanda o programa. A duração de uma hora diária não necessita de três comandantes. Fernanda Gentil, Érico Brás e Fabiana Karla se esguelham na apresentação. O programa fica barulhento. Gentil daria conta sozinha do recado. Fabiana e Érico não são apresentadores. Além disso, o formato lembra mais um liquidificador. Mistura tudo e joga no colo do telespectador. O programa fica sem identidade.

Fabio Maksymczuk

8 comentários:

  1. acredita q nem lembrava q setimo guardiao tinha sido esse ano. parecia q tinha sido há um século atrás. nossa, se joga é de chorar. eu fico menos de meio minuto e já zapeio. acho q o q me incomoda mais é o barulho. q programa barulhento. e auditório. odeio programas de auditório. acho um modelo pra lá de ultrapassado.

    ResponderExcluir
  2. Fábio, bom dia. Não vi nenhum deles,parecem ser muito ruins mesmo. Nunca gostei do BBB, na minha opinião sempre considerei uma enorme perda de tempo assisti-lo. Vou olhar a lista dos melhores. Abraços

    ResponderExcluir
  3. O programa do Rodrigo Faro fica mastigando o tema a exaustão. Quem aguenta? No Se Joga, vejo pelos personagens da foto, que a Globo passou dos limites no politicamente correto: Um preto, uma gordinha e uma gay. E, não é assim que se conquista espaço, enfiando guela abaixo as pessoas em si e não o papel que exercem no programa. Mas estou apenas acompanhando seu texto. Sobre novelas ou filmes, estou com os antigos de Hollywood quando exigiam mistério na vida privada dos atores. É difícil entrar no clima de um romance quando os atores exibem-se, com seus pares da vida real, o dia todo em todos os lugares. A mensagem de amores apaixonados no ecran não colam.A não ser que seja um ator e atriz estupendos. Feliz 2020. Que estejamos juntos mais um ano.

    ResponderExcluir