Páginas

terça-feira, 17 de julho de 2018

Globo demonstra desorientação com novo "Vídeo Show"


Olá, internautas

Nesta segunda-feira (16/07), a TV Globo reestreou "Vídeo Show". O programa mais problemático da emissora continua a render dor de cabeça.

A escolha das ex-BBBs Vivian Amorim, Fernanda Keulla e Ana Clara, além da permanência de Sophia Abrahão mostram que os “socos” dados pela trupe do “Balanço Geral”, aqui em São Paulo, deixaram desnorteada a direção do canal que apostou em uma estratégia desorientada na nova fase do vespertino.

Nesta terça (18/07), por exemplo, ficou nítida a falta de experiência da nova trupe durante a entrevista com Roberto Bonfim. O bate-papo poderia ter rendido ótimos momentos, mas Vivian e Sophia, principalmente, não demonstraram grande vivência com a história da teledramaturgia do canal e, muito menos, da trajetória do ator. Ficou superficial. Ficaram nas “caras e bocas”.

“Vídeo Show” enfrenta um enorme desgaste. A direção demorou (e muito) para tirar Otaviano Costa do comando da atração. Apresentador que, pelo menos, dividia opiniões. Sophia apareceu até aqui sem grande destaque. E agora escalam duas comandantes que não possuem força suficiente para estancar a sangria do programa.

Há tempos, este espaço defende o óbvio. “Vídeo Show” deveria ser apresentado por Angélica que, atualmente, encontra-se sem função na TV Globo. O vespertino deveria seguir a linha do antigo Estrelas. Explorar as curiosidades do canal e do elenco platinado, sem a marca de publicidade institucional que corrói o vespertino.

Ana Clara é uma aposta que vale a pena. Ela é a responsável pela interação dos telenautas com o programa. Vivian Amorim e Fernanda Keulla poderiam ganhar mais identidade com o telespectador em reportagens (caso a direção perceba potencialidade na dupla). Possuir milhões de seguidores em redes sociais não deveria ser pré-requisito para tornar-se apresentadora ou conquistar uma vaga nas produções da casa.

O sinal vermelho já acendeu nos domínios no novo “Vídeo Show”.

Fabio Maksymczuk

12 comentários:

  1. ufa! finalmente alguém que não está elogiando esse desatino. eu amo o video show e acho q acham mais problemático pq ficam comparando com o programa sensacionalista e popularesco da venenosa. essa ideia de q número é tudo é uma sandice. promover produtos e novelas é o cerne do vídeo show e nisso faz muito bem várias vezes, deviam focar nisso e deixar de lado as invencionices. aodrava otaviano, sophia abrão e o outro ator. ah, vc tb acredita na ana clara. o q nao entendo é pq tanto ex-bbb espremido no estúdio. o problema é essa ideia que milhões de seguidores precisam ser atraídos pra tv aberta. os fãs de cada uma elogia qq bobagem, até a caganeira q disse a keulla. mas não sei se migram pra ver as novelas. essa ideia que fãs é melhor que conteúdo anda invertendo muito a lógica. o melhor é sempre ter profissionais nas suas categorias. do q dar oportunidades a influencers. q só sabem falar mais q a boca, e não tem tempo pra se informar com nada e ser apresentador. q precisa ter no mínimo algum curso. paraquedista é o fim. finalmente alguém que entendeu o desatino. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  2. Concordo, mas Ana Clara não é aposta alguma que vale a pena não....

    ResponderExcluir
  3. É de um amadorismo sem tamanho! Há tempos o Vídeo Show carece de um bom apresentador (a)! Abraços Fabio :)

    ResponderExcluir
  4. Parece q o VÍDEO não é mais um SHOW

    ResponderExcluir
  5. Concordo com você. Angelica seria uma boa opção para apresentação do programa. Já Vivian Amorim e Fernanda Keulla foram muito bem na reportagem do BBB e poderiam ficar na reportagem do Video Show. No entanto para freiar a audiência da Hora da Venenosa seria a exibição de novelas das 14h e o Video Show começando às 15h

    ResponderExcluir
  6. Triste ver a Globo apostando nessas pseudoapresentadoras com tantos profissionais fora do ar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gosto da Ana Clara e da Fernanda, mas.... Abs

      Excluir